Técnica vocal – parte 03


446601689_66fc64459e2.jpg
Respiração

O controle da respiração é fundamental para quem quer cantar ou atuar. Será que você está aproveitando toda a sua capacidade respiratória?

Na inspiração, o tórax se alarga e o diafragma, contraído, fica numa posição baixa. Isto permite que o ar entre naturalmente em nosso corpo. Quando a musculatura relaxa, encolhendo o tórax e elevando o diafragma, o ar sai (expiração).

Para a produção da voz, porém, é importante pensar na inspiração e na expiração como sendo um mesmo processo, um único movimento. O alargamento do tórax deve ser aproveitado ao máximo enquanto se produz o som – o cantor está sempre numa atitude de inspiração, mantendo assim o tóxax aberto e o diafragma abaixado. Nesta condição, ele tem todo o controle (apoio) necessário à produção do canto. A cada nova frase cantada, o processo se repete: o tórax encolhe para expulsar o resto de ar “antigo” e imediatamente expande, trazendo novo suprimento de ar para se produzir a próxima frase.

Observação: Note que mudanças na sua rotina – como dormir mais tarde do que o costume, uma gripe forte, uma situação estressante, etc. – podem afetar significativamente o seu desempenho. Quando isto ocorrer, não desanime: use esta constatação a seu favor, ampliando a sua capacidade de auto-conhecimento. Saber como funciona o seu corpo é fundamental para quem quer cantar!

Exercício 1

Inspirar expandindo o tórax. Você deve sentir o alargamento das costelas flutuantes, mais ou menos na altura da cintura. NÃO LEVANTE OS OMBROS NEM ESTUFE O PEITO! Cuide também para que a musculatura do pescoço não esteja tencionada. Sustentar por alguns segundos (pausa) e expirar esvaziando totalmente (sanfona).

Exercício 2

Repetir o ex. 1, desta vez fazendo o som “SSSSS…” (contínuo) durante a expiração. Procure manter o som homogêneo, estável, sem variação de intensidade, e durante um tempo confortável, sem exageros.

Exercício 3

Repetir o ex. 1, agora fazendo sons bem curtos em “S” (stacatto). A cada som corresponde uma expansão do tórax (como se quisesse alargar ainda mais a cintura).

Exercício 4

Alternar os exercícios 2 e 3: S – S – S – S – SSSSSSSSS (stacatto / contínuo).

Exercício 5

Repetir os exercícios com os sons de “CH” e depois com “F”. Marque o tempo confortável para manter um som contínuo, homogêneo, sem oscilações (SSS, CH, FFF). A partir deste tempo básico, comece a tentar aumentar sua capacidade, mas sem perder a qualidade.

Exercício 6

Inspire lentamente enquanto caminha cinco passos. Observe sempre o alargamento natural do tórax. Quando for dar o sexto passo, comece a fazer um som com a boca fechada (bocachiusa): Hummmmm….. durante os próximos cinco passos. Atenção: use a região média de sua voz – ou seja, o som não deve ser nem muito grave nem muito agudo. No sexto passo, “jogue fora” o ar que restou e recomece o processo – volte a inspirar lentamente e repita o ciclo.

Exercício 7

Parecido com o anterior, mas em vez de “hummmmm”, conte de 1 até 5, dizendo um número para cada passo. Atenção: use a região média de sua voz.

Exercício 8

Mantenha os cinco passos para inspirar, mas tente variar o tempo de expiração – por exemplo, você pode ir acrescentando dois passos de cada vez. É uma boa maneira de monitorar o seu progresso.

(Dados obtidos em Teatro Evangélico.com.br )

Anúncios

5 Respostas to “Técnica vocal – parte 03”

  1. aff Says:

    aff..
    veio
    q sem noçao
    ¬¬
    pra cantar nao se usa o torax….e sim o diafragma
    a respiraçao tem q ser natural..como qd estamos dormindo
    respiramos com o diafragma
    os exercicios sao validos..mas ao inves de usar o torax…use o diafragma
    faça exercicios deitado primeiro….pois como estamos acostumados a usar mais o torax..no começo voce pode sentir tontura ao treinar utilizando o diafragma
    com o tempo voce se acostuma….e acredite..voce tera muito mais folego.principalmente nos agudos…
    ^^
    fuii

  2. renatopg Says:

    Quero agradecer pelo comentário deixado em nossa matéria e dizer que você pode ficar a vontade para deixar suas críticas, sugestões e até mesmo elogios. Quero pedir a todos que fiquem a vontade para se identificar ao comentar nossas matérias, assim poderemos tratar do assunto de uma forma mais abrangente.

    Referente ao comentário acima, quero dizer que concordo com o nosso amigo em dizer que nós usamos o diafragma ao cantar, no entanto, nessa matéria a intenção é mostrar que ao cantar podemos aproveitar melhor o nosso desempenho utilizando corretamente tórax.

    Outro exemplo é quando usamos a cabeça, pois quando cantamos, ao inclinar a cabeça um pouco para cima conseguiremos executar melhor uma nota mais aguda, já ao inclinarmos a cabeça para baixo conseguiremos executar melhor uma nota mais grave.

    Além da respiração existe também o fato da projeção do seu corpo, logicamente em conjunto com a mesma.

    Grande abraço!

    • Ozana Says:

      Esses exercicios de respiração a inspiração e a expiração são feitos pelo nariz ou pela boca ??

      Bjus.

      • Renato Gonçalves Says:

        Olá, Ozana.

        Seja bem vinda ao site Renato’s PG.
        Respondendo a sua pergunta de um modo prático, ao executar esse exercício vc deve, puxar o ar pelo nariz (inspirar) e soltar o ar pela boca (respirar).

        Grande abraço.
        Paz

  3. wagner Says:

    Toda vez q acordo sinto minha garganta pesada…pq será?Tenho dificuldades em chegar em alguns agudos.td vez q tento,minha voz falha.sera q vai melhorar com esses ecxelentes exercícios?Graça e Paz!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: